Se Israel atacar, será sozinho?

Desta vez parece que vai ser pra valer.

O general Dempsey, Chefe do Estado-Maior das Forças Armadas, foi a Telaviv avisar que, se Israel bombardear o Irã sem acertar com os EUA, vai ter de se virar sozinho.

Obama já tinha declarado que os dois países deveriam eventualmente tomar essa decisão em conjunto. E Leon Panetta tinha ecoado as palavras do chefe, acrescentando que, havendo um ataque israelense inesperado, o exército americano não estaria preparado para entrar em ação.

Nunca, porém, ninguém havia posto as cartas na mesa de modo tão claro quanto o general Dempsey fez.

Essa declaração foi feita perante o primeiro ministro Netanyahu e o Ministro da Defesa, Ehud Barak. Os dois, aparentemente, não se sensibilizaram muito. Continuaram afirmando que Israel tinha liberdade de ação para atacar quando achasse conveniente.

Na verdade, ambos contam com a reação do Partido Republicano e da imprensa pró-Israel diante de uma eventual recusa americana em juntar-se a Israel num atraque contra os iranianos.

Provavelmente, já nos próximos dias, 3 dos 4 pré-candidatos republicanos à presidência estarão berrando e ameaçando Obama por sua ousadia. O quarto, o representante Ron Paul, vai certamente aprovar a decisão presidencial.

Alguns analistas consideram que agora, de fato, Netanyahu quer a guerra, pois a reunião da IAEA realizada em Teerã há alguns dias atrás abriu novos caminhos para a paz. E isso é o que o premier israelense não admite pois seu alvo é liquidar o Irã como potência militarmente capaz de ombrear-se com Israel, tendo ou não armas nucleares.

A mesma posição teriam os generais israelenses, segundo um analista israelense que insiste no anonimato, declarou à Inter Press. Eles sentem-se humilhados porque, na guerra do Libano em 2006, não  conseguiram  defender o país adequadamente contra os mísseis do Hisbolá. O prestígio do exército teria caído naquela ocasião.

Outro prestígio estará em jogo nesta questão: de Obama. Caso Israel ataque os iranianos sem a ajuda americana e eles revidem, como se pronunciarão as pesquisas?

1 pensou em “Se Israel atacar, será sozinho?

  1. Israel não deve temer. Tem d atacar as usinas nucleares a marinha e torça aérea iraniana. Israel não ficará sozinho biblicamente no nosso tempo ele não perderá a guerra. Israel tem de atacar. Tem mais o messias q eles esperam agora é o anti Cristo. Se Israel acreditasse no evangelho ele Se livraria d muitos males. Iran e os Árabes so faz em barulho. O perigoso e a Rússia e a China maldita. Vc ja tentou falar com chinês. Percebe q eles são difíceis d diálogo. Russo e traiçoeiro. Agora esse governo vê temer votou contra israel. A direção da Unesco estava sob ameaça. O Serra vai se posicionar contra israel sempre ele é do mau. Qdo o papa veio no Brasil o Serra levou seu netinho pra o papa ve lo. A criança gritou desesperadamente parecerá ele viu algo no papa. Meu Deus como o mundo está contra Deus. Olha os egípcios q o digam. Será q o mundo na percebe q Deus e favor d Israel. O mundo literal esta chegando no fim. O espiritual o bom está chegando…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *