As prioridades do Império.

No momento, o ISIS não ameaça diretamente os EUA, mas seus rápidos avanços por outros países deixam claro que breve teriam condições de lançar atentados contra o território americano.

Continuar lendo

Eles não aprendem.

Quando os EUA começaram a bombardear o ISIS na Síria, o historiador e ex-coronel Andrew Bucevich afirmou no Washington Post (3-10-2014): “A Síria está se tornando a 14ª nação do mundo islâmico que forças americanas invadiram ou ocuparam ou bombardearam, onde soldados americanos mataram ou foram mortos. E isso apenas desde 1980.”

Continuar lendo