Questão nuclear: esperanças de entendimento.

Os fiscais da IAEA (Agência Internacional de Energia Atômica) estiveram no Irã, mas não visitaram as instalações nucleares do país. Mas, não vá concluindo nada, não visitaram porque não quiseram. Preferiram passar 3 dias de reuniões discutindo questões muito sérias, que nunca haviam sido resolvidas entre as partes.

Na volta, em Viena, o chefe da delegação, Herman Nackaeerts, vice-diretor geral da IAEA, declarou que foi uma “boa viagem”, que a visita fora satisfatória.

Diplomatas ligados à agência, informaram que o objetivo principal das reuniões seria quebrar a resistência iraniana contra a discussão das acusações de que seu programa nuclear teria ambições militares. E isso foi conseguido.

‘’Tivemos 3 dias de discussões intensivas sobre todas as nossas prioridades e nós nos comprometemos a resolver todas as principais questões. E os iranianos se comprometeram também”, disse Neckaerts.”Mas, evidentemente, ainda há muito trabalho a ser feito. Portanto, nós planejamos uma outra viagem num futuro muito próximo.”

Outra boa notícia é que Saeed Jalili, chefe dos negociadores nucleares do Irã, anunciou que está pronto a reiniciar suas conversações com o grupo dos 5+1 (ONU, EUA, Reino Unido, França, Alemanha, Rússia e China), a quem cabe discutir a questão em nome da comunidade internacional.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *