Os bilionários estão com Newt Ginchrich.

Parece teoria da conspiração, mas é verdade: duas vezes por ano, dois magnatas do petróleo, os Irmãos Koch reúnem figurões da direita para discutir os destinos do país. E planejar como realizar suas ideias.

Assim, foi destas secretas e elegantes reuniões que partiu o financiamento do Tea Party, de diversos candidatos republicanos e da campanha que negava a existência do aquecimento global.

Ultimamente, tem participado gente como os Governadores do Texas, Rick Perry, e da Florida, Rick Scott; o juiz da Suprema Corte, Antonin Scalia; executivos da Fox, das indústrias de petróleo, dos seguros de saúde e dos bancos.

As mais recentes aquisições do grupo são o magnata dos casinos, Sheldon Adelson e sua esposa Miriam. Eles podem falar de igual para igual com os  Koch. Sua fortuna soma 26 bilhões de dólares, enquanto a de cada um dos dois irmãos chega a 25 bilhões.

Os Adelson entraram na turma pela porta principal: já foram doando 10 milhões de dólares para a campanha de Newt Ginghrich. E seus companheiros contam com que eles coloquem mais alguns milhões de dólares para apoiar o candidato republicano, seja lá quem for, contra Obama. Além de generosos cheques para ajudar o ex-senador republicano, Norman Coleman, a preservar a maioria republicana na Casa dos Representantes, através do seu American Action Network.

Em 2011, quando não houve eleições, esses financiadores republicanos despejaram nos cofres do partido 51 milhões de dólares. Quanto não gastarão na campanha eleitoral deste ano para derrotar Barack Obama?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *