Perto deles, o Taliban é bonzinho.

Os exércitos da OTAN  tem uma nova dor de cabeça no Afeganistão: o Dandula.

Esses ferozes rapazes estrearam no mês passado, causando um grande problema ao Ocidente e ao governo de Kabul.

Eles assassinaram o mulá Arsala Ramani, ex- chefe taliban, tido como um interlocutor importante em futuras negociações com os rebeldes.

Por isso mesmo, Ramani vivia sob rigorosa proteção do governo na cidade de Kabul.

Com essa ação, o Dandula mostrou ser capaz de atingir quem ele quisesse, mesmo em zonas longe de suas bases no sul.

O Taliban não gostou nada da coisa toda.

Declarou em alto e bom som que não teve nada a ver com o assassinato de Ramani. E não está ligado nem de longe com esses “malucos” do Dandula.

Jeffrey Dressler, um analista do Institute for the Study of the War, de Washington, escreveu em recente trabalho que a emergência de uma facção nova e extremista da insurgência poderia causar problemas aos esforços para reativar o processo de paz no Afeganistão, hoje suspenso.

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *