Palestina : quem atirou primeiro?

De acordo com a mídia internacional, os ataques israelenses a Gaza são sempre retaliações de ataques palestinos.

De tanto ouvir, ninguém duvida que seja verdade.

O The Jerusalem Fund, organização árabe- americana, contesta.

Eles fizeram um estudo que demonstra o contrário.

Catalogaram todas as violações dos vários acordos de cessar fogo em Gaza, desde o começo do governo do Hamas.

E compararam com as notícias divulgadas a respeito pelo New York Times, que tem a maior e mais completa rede de correspondentes e repórteres em Israel.

Verificou-se que no período em foco houve 120 ataques israelenses, depois do cessar-fogo, dos quais o Times só divulgou 17 – todos culpando os palestino.

Nos casos reportados das ações militares israelenses, elas foram qualificadas como respostas a ataques palestinos.

Já para o Jerusalem Fund , em todas estas vezes, quem deu o primeiro tiro foi Israel, violando o cessar –  fogo.

Ele descreve cada caso.

Analisando um a um, vemos que sempre cabe  interpretações diferentes.

Em geral, os incidentes acontecem quando palestinos foram alvejados nas proximidades dos postos militares na fronteira com Israel.

Segundo o exército israelense, eles teriam intenções de alvejar os soldados ou tentavam atravessar a fronteira com propósitos terroristas.

Já para o Jerusalem Fund,os palestinos se aproximaram inadvertidamente, ao cuidar de suas plantações. Ou quando participavam de manifestações de protesto.

A mídia costuma reproduzir fielmente os comunicados oficiais  do exército de Telaviv.

Faltava apresentar a versão do outro lado.

Agora, a dúvida está criada.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *