O MOSSAD DEIXA A CIA MAL.

Hoje, o site do Foreign Police revela que, no governo Bush, o Mossad recrutava terroristas do Jundulá para praticar atentados no Irã. Para o ex-Presidente e seu “cercle intime”, tudo bem.

O problema é que os homens do serviço de espionagem israelense pagavam os milicianos com dólares americanos e lhes forneciam passaportes falsos americanos, apresentando-se como agentes da CIA.

Os terroristas, a soldo do Mossad, destruíram mesquitas e mataram policiais e civis iranianos. E a CIA levou a culpa.

Alguns dos milicianos do Jundulá foram presos pelas autoridades iranianas. Confessaram terem agido por conta da CIA. O governo do Irã, como era natural, divulgou amplamente esses “atentados terrorista da CIA” … O que contribuiu para piorar ainda mais a imagem dos EUA no mundo árabe.

Segundo o Foreign Police, foi uma jogada do Mossad para envolver a CIA nas ações terroristas empreendidas contra o Irã.

No governo Obama, ao que se sabe, o Mossad continua recrutando terroristas para praticar atentados no Irã, mas não está mais usando o nome da CIA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *