Liberais e Tea Party contra armar oposição síria.

Os liberais – ala esquerda do Partido Democrata- e o direitista, Tea Party, se uniram pela primeira vez.

Eles estão aliados para lutar contra a decisão do presidente Obama de enviar armamentos aos insurgentes da revolução síria.

Um deputado democrata apresentou 3 leis restringindo a concessão de fundos para armar a oposição da Síria e proibindo Obama de intervir na guerra sem aprovação do Congresso.

Por sua vez, o senador Rand Paul, um dos líderes do Tea Party, afirmou em entrevista recente: “A lei de ‘Uso de Autorização de Força’, de 2001, dizia que nós poderíamos atacar o Talibã a Al Qaeda e forças auxiliares. Agora (com o envio de armas), nós estaremos nos associando e lutando ao lado da Al Qaeda.”

Ele não deixa de ter razão, é grande a participação no exército insurgente de grupos próximos aos seguidores dos ensinamentos de Bin Laden. Parece impossível evitar que as armas americanas cheguem ás mãos deles.

Novos ataques à insurgência apareceram em audiência pública no Congresso.

Nina Shea, diretora do “Instituto Hudson Pela Liberdade Religiosa” testemunhou que os insurgentes islâmicos estão  perseguindo os cristãos sírios para fazer “limpeza étnico- religiosa”.

E o presidente da “Solidariedade Cristã Internacional”, John Eibner, afirmou que ouviu de um cristão do país; “Porque os americanas estão apoiando extremistas que querem transformar a Síria num estado islâmico?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *