Espanha: revogar lei para agradar China e EUA.

O governo espanhol pretende revogar legislação que permite investigar crimes praticados no exterior.

Lembro que foi graças a essa lei que o juiz Baltazar Garson emitiu uma ordem de prisão contra o general Pinochet, que estava em Londres.

Ativistas de Direitos Humanos lamentam porque muitos processos e investigações sobre violações de direitos humanos em andamento serão anulados.

Alguns casos mais importantes são as acusações de genocídio chinês no Tibé – nos anos 80 e 90; torturas de prisioneiros em Guantánamo; perseguições da seita chinesa  Falung Gong e uso dos aeroportos espanhóis no transporte de suspeitos para serem torturados pela CIA em outros países, nos tempos de Bush.

Essas investigações judiciais irritaram Washington e  Beijing, causando fissuras no relacionamento com Madrí.

Pragmático, o governo conservador espanhol prefere esquecer a questão dos direitos humanos para deixar satisfeitos os governos das duas maiores potências do mundo.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *