Drones: ambigüidade paquistanesa.

Com o Paquistão protestando contra a ação dos drones (aviões sem piloto), seu  governo foi obrigado a se pronunciar.

E deu uma resposta que é um cínico exemplo de ambigüidade.

O Primeiro Ministro Hina Kharinsisted declarou que seu país aceita as justificações americanas dos ataques. Está de pleno acordo com seus objetivos.

“Se for para matarem terroristas, nós não discordamos”.

No entanto, estranhamente afirmou a seguir que o Paquistão continua a considerar os ataques ilegais e ilegítimos, pois não estariam cumprindo suas metas.

Diante disso, que fará o governo de Islamabad?

Pelo jeito, ficará torcendo para que a CIA corrija as miras dos seus drones e consiga parar de massacrar indiferentemente terroristas e civis inocentes.

Até quando?

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *