Drogas nocivas para prisioneiros de Guantanamo.

Documentos oficiais tornados públicos revelam que os prisioneiros de Guantanamo tomaram involuntariamente escopolamina, uma “droga da verdade”.

Eles foram obtidos pelo website independente Truthout , com base no Freedom Information Act.

Verificou-se que essa droga era normalmente aplicada nos prisioneiros, em Guantanamo, com a justificação de que se destinava a evitar “enjôos”.

No entanto, médicos militares não recomendam esse tratamento devido aos graves efeitos colaterais da escopolamina.

E a própria CIA desqualificou a escopolamina como “droga da verdade”. Não a usa mais porque provoca alucinações, distúrbios de percepção, dores de cabeça, visão turva e taquicardia.

Em caso de overdose, pode levar à morte.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *