Bibi na campanha eleitoral americana.

Falando no Knesset (parlamento de Israel), Saul Mofatz, líder da oposição, criticou o premiê Bibi Netanyahu por ter se metido na campanha eleitoral dos EUA.

Bibi atacara Obama ao afirmar que, negando-se a por um limite no programa nuclear iraniano, ele não teria moral para pretender evitar o ataque israelense.

Não há o que negar. Essa frase municiou as acusações republicanas de que Obama não ajuda suficientemente Israel.

Saul seguiu atirando: ‘Quem você (Bibi) pensa derrubar? A Administração de Washington ou a de Teerã? O mundo não está farto de Israel, o mundo está farto de Netanyahu e não acredita nele.”

Além dos ataques do líder da Oposição, Netanyahu teve de enfrentar o fogo amigo.

Seu próprio Ministro das Relações Exteriores, Barak, também fez observações pouco agradáveis ao chefão: “Apesar das diferenças e da importância de manter a independência de ação de Israel, também não podemos esquecer a importância de manter a parceria com os EUA e tentar não danificá-la o mais possível.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *