Reforma do sistema anti mísseis que não existem.

Uma comissão especial do Congresso pressiona pela substituição do atual sistema de defesa anti-míssil, considerado “muito caro e de limitada eficácia”.

A idéia é construir um novo sistema, mais agressivo, focando na defesa da Costa Leste contra mísseis iranianos.

O mais estranho é que o Irã não tem tecnologia para produzir mísseis intercontinentais que cheguem tão longe.

O sistema atual foi planejado para deter os mísseis iranianos antes que penetrassem na Europa.

O que seria impossível,  pois o Irã também não tem mísseis capazes disso.

Para completar, lembro que a principal ameaça que justificaria a existência desses caríssimos escudos é que os mísseis portariam ogivas nucleares, que o Irã também não tem.

E, segundo os serviços de Inteligência dos EUA, ainda não deu indícios que pretende fazê-los.

Há muito tempo os russos vem reclamando contra o sistema anti-míssil, alegando que, na verdade, seria contra eles.

Recentemente, o candidato republicano Mitt Romney declarou ser a Russia o inimigo número 1 dos  Estados Unidos.

Putin notou que agora ficou provado que ele tinha razão quando acusava o escudo anti-míssil de ser um projeto militar anti-russo.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *