Raids noturnos serão afegãos.

O povo afegão não agüentava mais dormir com medo de ser despertado no meio da noite por soldados americanos, invadindo e revistando suas casas, arrastando os homens como prisioneiros e até atirando e matando ou ferindo uns tantos.

O Presidente Karsai reclamava com indignação cada vez maior, exigindo o fim dos raids noturnos.

Mas o exército americano não estava nem aí. Afinal, os raids eram muito eficientes pegando talibãs desprevenidos. É verdade que, também inocentes eram presos e até mortos mas, afinal, guerra é guerra…

Depois dos últimos escândalos militares americanos – soldados urinando em cadáveres, fogueira de Alcorões, sargento matando 16 inocentes — os EUA ficaram numa posição chata.

No fim, tiveram de fazer concessões.

EUA e Afeganistão assinaram um pacto que dizia : a) os raids noturnos serão feitos pelo exército afegão, com apoio do exército americano;b) os detidos ficarão sob guarda do exército afegão ; c)um juiz afegão decidirá quem continuará detido.

Para Jason Ditz, do site americano AntiWar, isso não vai resolver o problema. A irritação do povo não é tanto pelos raids serem feitos por americanos, mas pelos raids em si, não importa muito a nacionalidade dos soldados invasores dos lares, no meio da noite.

É claro, há esperanças de que, considerando a má imagem dos raids, o governo Karsai seja econômico na quantidade que irá promover.

O outro problema é que, estranhamente, o acordo não diz a partir de quando começará a valer.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *