Racismo chapa branca em Israel.

No dia 21 de março, o Jerusalem Post publicou entrevista da ONG israelense Mossawa Center, relatando fatos da maior gravidade.

Entre março/2015 a março/2016, aconteceram em Israel 38 atentados e outros incidentes racistas, 33 contra árabes, incitados por autoridades públicas.

Foram registrados no período 465 incidentes desse tipo, mais do dobro do que nos dois anos anteriores.

Aconteceram também 103 incidentes de origem racista em empresas, instituições do Estado e organizações privadas.

O Mossawa Center acusou o governo de falhar no combate ao racismo ao não aplicar as leis existentes. Pediu ainda um aumento nas penas estabelecidas em processos contra organizações privadas discriminatórias.

A vida dos árabes israelenses não está nada fácil apesar do país se intitular a única democracia do Oriente Médio.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *