Polícia afegã cala protestos, matando.

Os raIds noturnos continuam causando problemas para a OTAN.

Muito mais para os afegãos, que não aguentam mais serem acordados no meio da noite por soldados estrangeiros, invadindo suas casas violentamente.

Na busca por talibãs, eles levam presos também muitos inocentes, deixando as famílias apavoradas.

Os protestos se sucedem.

Na aldeia Malwand, acabaram mal.

A polícia atirou contra uma manifestação de centenas de pessoas contra os raids, matando e ferindo pelo menos 14 civis.

O chefe das forças de segurança alegou que seriam talibãs infiltrados, alguns usando as chamadas “roupas de suicídio”.

No entanto, manifestantes afirmaram a jornalistas que era mentira. Nenhum talibã foi preso. E, se havia suicidas, porque não houve qualquer explosão como eles costumam provocar?

Os aldeões estavam enfurecidos porque os temidos raids noturnos vinham acontecendo com grande frequência, sem necessidade aparente.

Afinal, a região se acha pacificada.

A OTAN comunicou que abrirá inquérito.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *