Os Senhores da Guerra do Afeganistão.

Alguns deles podem ser encontrados até nos arredores de Kabul.

Mais precisamente em Pul-e-Charki.

Nesta cidade, reinam Allah Gul Mujahid e Tarakhel Mohammadi, como senhores absolutos. A autoridade do governo central do Afeganistão  é pouco percebida.

Ambos comandam exércitos estimados em 500 milicianos, cada.

Existe polícia na cidade, mas jamais intervém nos negócios destes senhores da guerra e nas ações violentas dos seus leais soldados.

Mohammadi, mais conhecido como “o louco Tarakhel” serviu nas hostes do Talibã.

Depois da invasão de 2001, aderiu ao governo apoiado pela OTAN.

Foi eleito para o parlamento em 2005.

Nas eleições presidenciais de 2009, a oposição acusou  Mohammadi de fraudes generalizadas nas apurações dos votos, em favor de Hamid Karsai.

Gul, o outro senhor da guerra, comandou um grupo de milicianos na luta contra os soviéticos.

Também ele, foi eleito para o parlamento, porém em 2010.

Gul e Mohammadi, posteriormente, arregimentaram milicianos com quem já tinham lutado e instalaram-se em Pul-e-Charki, em busca de fortuna. E parece que estão conseguindo.

Como verdadeiros chefes mafiosos cobram proteção do comércio, apossam-se de terras alheias à força e fazem valer suas próprias leis na região.

Homens leais aos dois chefões,  cometeram raptos, estupros e assassinatos.

Continuam impunes.

Um comerciante declarou, sob promessa de anonimato,  que: “Se você diz alguma coisa contra eles, eles mandam alguém matá-lo.”

Referindo-se a Gul,  um oficial de polícia acusou: ‘Ele é um assassino, ele é um ladrão e ele tem  mais dois anos no poder.”

E concluiu expressando seu desejo de que o povo não cometa a loucura de reeleger Gul  para o parlamento.

E o que faz o Presidente Karsai? E os comandantes das forças da OTAN?

Muito focados na guerra contra o Talibã, possivelmente não terão tempo para se ocupar da guerra desses senhores.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *