Morsi liberta os ativistas presos pelos militares.

Durante os protestos contra Gadafi e depois contra a junta militar que o sucedeu, grande número de ativistas  foram presos.

A maioria deles acabou submetida a processos e muitos, condenados à prisão.

Ao completar 100 dias de governo, o Presidente Morsi decretou a libertação de todos. Para não haver dúvidas, o decreto explicita que são beneficiados pela medida tanto aqueles que ainda estão sendo processados, quanto os que já foram condenados e até estão cumprindo suas penas.

Morsi fez questão de deixar bem claro que a anistia abrange apenas as pessoas que participaram da revolução que derrubou o regime ditatorial.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *