Antes da posse, republicanos já saem mal na foto.

Os republicanos, que agora controlam o novo Congresso, já estão fazendo feio antes mesmo de tomarem posse.

No fim do ano, Steve Scalise, terceiro homem na hierarquia da bancada do partido, foi denunciado por ter feito uma palestra numa organização racista.

Tratava-se da European-American Unity and Rights Organization, cujo objetivo é promover os direitos civis dos americanos brancos, divulgando as idéias do seu fundador David Duke.

Ex-dirigente da Klu Klux Khan, Duke é um dos mais conhecidos paladinos da causa da supremacia branca.

Como racismo, atualmente, pega muito mal nos EUA, Scalise atrapalhou-se.

Alegou que não se lembrava, provavelmente fizera mesmo a palestra…

Mas, defendeu-se, não conhecia as idéias da organização de Duke. Se conhecesse, não faria aquela palestra, pois sempre odiou o racismo.

O desavisado Scalise integrou a lista de candidatos apoiados pelo Tea Party  nas recentes eleições legislativas.

Outros dois congressistas republicanos recém-eleitos também estão mal com a opinião pública.

Michael Grimm declarou-se culpado em processo de sonegação fiscal numa corte federal.

Espera-se sua renúncia para breve.

E Blake Farenthold está sendo processado por uma antiga assessora por “comportamento impróprio” (assédio sexual?) no seu escritório.

Cada um dos três egrégios parlamentares aparece envolvido em diferentes transgressões, mostrando a grande diversidade dos elementos do chamado  Great Old Party.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *