Mais armas para acalmar Israel.

O governo Obama estaria empenhado em comprar a boa vontade de Israel na questão nuclear iraniana.

Segundo o jornal israelense Haaretz, de 20 de maio, a idéia éfazer uma pra lá de generosa doação de armas aos israelenses em troca de sua virtual aceitação do acordo com o; Irã em vias de se concretizar.

O governo Netanyahu continuaria se opondo formalmente, de boca pra fora, mas na prática não faria nada contra a decisão dos P5+1. Deixaria de estimular a campanha pela rejeição do acordo, que está sendo movida pelos lobbies  pró-Israel e, principalmente, pelos inúmeros parlamentares republicanos e democratas que atuam sob o comando de Telaviv.

Com o fim de manter a superioridade militar israelense no Oriente Médio, em risco após compra de novos armamentos made in USA pela Arábia Saudita, seriam fornecidos ao exército de Israel 1,9 bilhão de dólares em aviões, artilharia, tanques etc. O que há de mais moderno e letal nos arsenais do bom Tio Sam.

O planejado reforço bélico a Israel está sendo anunciado como uma simples operação comercial. Na verdade, vai sair de graça, acrescido à ajuda militar habitual de 3 bilhões de dólares anuais.

Se concluída, essa troca de armas por silêncio pode ser vantajosa para a causa da paz no Oriente Médio.

Os perigos que rondam o acordo nuclear com o Irã são muito sérios, com o Congresso americano insistindo em  submeter sua aprovação ao voto dos parlamentares, em maioria ardentes defensores dos interesses de Israel.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *