Irã-EUA em conversações secretas.

Com a vitória de Obama, surgem esperanças de acordo com o Irã.

Oficiais israelenses de inteligência informam que Valerie Jarrett, assessora senior do Presidente Obama, vem mantendo negociações secretas com representantes do Supremo Líder Khamenei.

Tudo aconteceu em Bahrein para onde Jarrett viajou com essa missão.

No mês passado, o New York Times noticiou que EUA e Irã haviam marcado uma reunião direta para discutir a questão nuclear iraniana depois das eleições americanas.

Obama apressou-se em desmentir, temendo perder apoios judaico-americanos que não vêm com bons olhos entendimentos com o Irã. Mas admitiu que, em princípio, estaria aberto para esse tipo de conversações.

Possivelmente o Irã estaria disposto a fazer mais algumas concessões para se livrar das terríveis sanções que o atormentam.

De outro lado, Obama, agora reeleito, não precisaria mais agradar aos lobbies pró-Israel. E poderia dispor-se a uma postura construtiva, de acordo com as promessas feitas no início de sua primeira administração.

No entanto, alguns analistas não fazem muita fé num acordo a curto prazo.

Acham que, depois de Obama ter voltado atrás, ao recusar a proposta de acordo nuclear do Brasil e da Turquia (igual ao que ele já havia proposto), perdeu sua credibilidade em Teerã.

Agora, os dirigentes do Irã estariam convencidos de que o verdadeiro objetivo americano no contencioso nuclear é a derrubada do regime iraniano.

Por enquanto, parece que eles tem razão.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *