Inimigos, inimigos, negócios à parte.

O presidente Maduro acusa os EUA de estarem por trás das agitações contra o seu governo.

O presidente Obama acusa o governo de Caracas de estar reprimindo a oposição de forma violenta.

A inimizade entre os dois países vem desde quando Bush apoiou o malogrado golpe contra o ex-presidente Chaves.

Mas não contamina as relações de negócios que eles mantêm.

A PSDVA, companhia estatal venezuelana de petróleo, assegurou uma linha de crédito de 2 bilhões de dólares de diversas empresas estrangeiras de serviço inclusive duas americanas: a Haliburton e a Schulemberger.

O acordo permite que essas empresas contratem serviços para a PSDVA.

A Venezuela tem as maiores reservas de petróleo do mundo, ainda insuficientemente exploradas.

O governo Maduro está empenhado em aumentar a produção.

Para isso, procura abrir a indústria de petróleo local para investimentos das maiores empresas multinacionais.

Mesmo dos inimigos EUA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *