Ex-Primeiro Ministro de Israel apóia causa dos palestinos.

A independência da Palestina acaba de receber apoio de alguém que não se esperava: Ehud Olnert, ex-Primeiro Ministro de Israel, e membro do Kadima, o partido israelense de centro.

Em jantar oferecido pelo J Stree, lobby judaico americano liberal, ele declarou que qualquer futuro acordo de paz com os palestinos deveria basear-se no que ele ofereceu a Abbas (Chefe da Autoridade Palestina) quando primeiro-ministro, em 2008: volta aos limites anteriores a 1967 e trocas de terras.

Quanto ao status de Jerusalem, Olnert é favorável à divisão da cidade, cabendo aos palestinos a parte onde os árabes são maioria e aos judeus a mais habitada por eles.

A parte da cidade que inclui o Morro do Templo, a Morro das Oliveiras, o Monte Zion e uma série de locais cristão sagrados seria administrada pela Arábia Saudita, Jordânia, a Palestina, Israel e os EUA (?).

Olnert também criticou duramente a política do premier Netanyahu que bloqueou o processo de paz.

Ele também falou a respeito do problema iraniano.

No seu entender, Israel deveria deixar a campanha contra o programa nuclear do Irã para as grandes potências. Mas não deveria abandonar qualquer opção e sim estar pronto para lidar com a situação caso “tenhamos de assegurar a existência do estado de Israel – mas, como o último recurso, não o primeiro.”

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *