EUA inimigos da internet.

Quem decretou esta condenação foi a organização independente Repórteres Sem Fronteiras.

Tudo por causa das ações de vigilância do governo Obama, através da Agência de Segurança Nacional (NSA) “solapando a confiança na internet e nos seus próprios padrões de segurança.”

Esse grupo, conhecido por sua defesa da liberdade de imprensa, declarou também: ”As práticas de vigilância e as atividades de decodificação americanas são uma ameaça direta aos jornalistas investigativos, especialmente aqueles que trabalham com fontes sensíveis, para quem a confidencialidade é essencial, e que já estão sob pressão.”

Agora, os EUA integram o seleto grupo dos inimigos da internet, formado pela Coréia do Norte, Rússia, Síria, Irã e Reino Unido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *