EUA espionam Canadá.

A Agência de Serviços de Fronteiras do Canadá acaba de publicar uma lista com os espiões que foram detidos na última década.

Entre os 21 relacionados, o número maior veio dos EUA: cinco deles eram espiões americanos, enquanto o segundo lugar nesse quesito coube à China, Índia e Suécia, empatados  com apenas dois agentes cada.

Foi uma grande surpresa, pois os EUA são um país irmão do Canadá. Com mais propriedade podemos considerar os canadenses “sobrinhos” do bom Tio Sam, cuja hegemonia respeitam e apóiam fielmente.

Por isso mesmo, essa liderança americana na espionagem em sua terra chocou os canadenses. Michel Juneau-Katsuya, ex-autoridade no setor de segurança do governo de Otawa, comentou: ”As pessoas não esperam que nossos vizinhos nos espionem. Eles são nossos amigos, nossos amigos; eles não podem fazer isso conosco.”

Os fatos provaram que eles podem e fazem.

Como presidente  Obama declarou, no caso da bisbilhotice da NSA, espionar uns aos outros é comum entre as potências.

O serviço de fronteiras canadense não esclareceu se os 21 eram agentes dos seus governos – enviados para roubar segredos de estado – ou particulares – para copiar segredos industriais.

Ele considera que esse pessoal estava “engajado em um ato de espionagem que é contra o Canadá ou contrário aos interesses canadenses.”

Seja como for, que coisa feia, Tio Sam.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *