E você pensava que ninguém poderia igualar George Bush

Na verdade, Rick Perry – o pré-candidato que lidera as pesquisas republicanas – vai muito, muito além. Perto dele, George Bush é um radical de esquerda…

George Bush governou o estado do Texas por oito anos, Rick Perry governou mais oito. Sua propaganda fala muito no “milagre do Texas”, do qual os governadores republicanos seriam os autores (sendo ele o principal).O destaque seria a taxa de desemprego do estado, inferior à média americana – 8,2% contra 10%. Ele esquece que as empresas texanas pagam os salários mais baixos dos EUA. Este fato mais a verdadeira razzia que os governadores republicanos do Lone Star State fizeram  contra as regulamentações sanitárias, ambientais e financeiras, entre outras, tornaram o Texas muito atrativo para certo tipo de empresários americanos. Como Herold  Simmons, um mega-bilionário industrial, que doou mais de 1 milhão de dólares à última campanha eleitoral de Perry.
Simmons projetava lançar um gigantesco depósito de lixo atômico junto a um aqüífero que é fundamental para o abastecimento de água da comunidade, coisa então proibida pela lei texana.
“Primeiro seria precisa mudar a lei que determinava onde uma companhia privada poderia receber uma licença (para instalar depósitos de lixo atômico)”, explicou Simmons.’Depois conseguimos aprovar uma outra lei que dizia que (o estado) poderia conceder apenas uma licença especial”. Todas estas mudanças foram feitas sob os auspícios do governador Perry e sua base aliada no congresso estadual. E, agora, adivinha quem recebeu esta “única licença” para envenenar  com lixo atômico a água da população?
Depois dessa manobra, Perry ficou entusiasmado com as vantagens potenciais que os lixos atômicos poderiam trazer para o Texas. Afirmando que seus técnicos haviam detectado baixa índice de emissão de radioatividade no estado, fez aprovar uma lei que permitia a construção de  depósitos para receber o lixo atômico de outros estados, apesar dos protestos da oposição. 34 estados aproveitaram este ótimo negócio para se livrar do seu lixo atômico. Um negócio nada bom para o pessoal do Texas.
Ao que tudo indica, Perry não parece mesmo muito preocupado com a saúde pública. Depois da mais severa seca da História do Texas, experts calcularam que seria preciso um investimento de 53 bilhões de dólares até 2060 para aumentar os recursos de água do estado. Do contrário, o abastecimento de 83% das pessoas ficaria comprometido na próxima seca. Perry encontrou uma solução muito mais barata.
Conclamou a população a rezar.
Ainda quanto a questões relacionadas com a saúde do povo, o “Milagre Texano” exibe outros dados que mostram desinteresse em relação a esta área. 27% dos trabalhadores não tem seguro de saúde, contra 17% na média nacional.- o que torna os médicos menos necessário no estado. Por  isso, entre os 50 estados dos EUA, o Texas é o 48º em número de médicos por 100 mil habitantes.
.Inimigo jurado do welfare state (estado do bem estar social), Perry acha que o Texas pode recusar-se a aceitar a Segurança Social (aposentadoria, pensões, assistência médica pública) e que todos os programas federais de escola pública e leis de proteção do clima são inconstitucionais. Recentemente rotulou desse modo o Medicare do Presidente Obama.
E veja agora estas curiosas idéias do pré-candidato republicano:
– o jeito de acabar com o deficit das contas públicas do governo dos EUA é cobrar imposto de renda dos pobres;
– Roosevelt foi um tremendo fracasso;
– seja a Segurança Social, seja o Medicaid, seja o Medicare…São todas instituições falidas. São umesquema Ponzi  (nome do sistema das pirâmides que empobreceram milhões em todo o mundo) ;
– todas as decisões quanto ao Iraque e ao Afeganistão devem ficar por conta dos militares. Eles entendem mais dessas coisas;
Perry mandou um requerimento ao presidente Obama para que imponha uma moratória sobre todas as regulamentações existentes nos EUA . Ou seja, se Obama topasse, acabaria com a prevenção das experiências com seres humanos, o processo de  aprovação de novas drogas e a análise das condições sanitárias dos alimentos, a investigação dos acidentes aéreos, a impressão de moeda pelo Tesouro e outras atividades que dependem de  regulamentações para a proteção da sociedade.
São estas apenas algumas informações sobre o candidato que lidera a pesquisa republicana para as próximas eleições presidenciais, derrotando, inclusive, Mitt Rooney, até há pouco, o líder. E, mais grave ainda, Perry está quase empatado com Obama.
É certo que nós elegemos Tiririca para deputado federal. Mas nunca tivemos um candidato como Rick Perry, com chances inegáveis vir a ser presidente.                         

O que poderá fazer Tiririca? Dizer algumas besteiras? Votar mal? Muito pouco, Afinal, ele é apenas um entre 513 deputados de um congresso nada atuante.
Mas, e Perry ? Já pensou o que aconteceria se ele fosse eleito presidente da mais poderosa nação do planeta?                                              
Seria cômico se não fosse trágico.
Agora, responda, quem vota pior: nós ou o povo americano?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *