A al-Qaeda do Iraque na revolução síria.

A al-Qaeda do Iraque mudou de nome: chama-se agora “Exército Islâmico do Iraque e do Levante.”

Bandos de militantes do grupo chegaram à Síria para se integrar no exército da insurgência.

Só que, ao invés de se concentrar na luta anti- Assad, o grupo terrorista também tem atacado outras facções rebeldes, assassinado líderes seculares e jornalistas ocidentais.

Sua maior ação na guerra civil foi tentar forçar os curdos da Síria a se submeterem ao seu controle.

Houve reação e, assim, curdos e militantes da al Qaeda iraquiana  entraram em luta. Tão violenta que agora ativistas da parte curda do Iraque vieram à Síria para defender seus irmãos, os curdos sírios.

Já que os terroristas fazem parte do exército rebelde, os curdos, antes neutros, passaram para o campo oposto.

Graças à al Qaeda iraquiana, a oposição anti-Assad ganhou mais soldados, mas ganhou também um número ainda maior de inimigos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *