Há um método na loucura de Trump.

Parafraseando Shakespeare, (in Hamlet), penso que há algo cuidadosamente tramado por trás das ações aparentemente desatinadas do novo presidente dos EUA.

Continue lendo

Nas eleições americanas, qualquer escolha é ruim.

A nossa grande mídia, ecoando a dos EUA, vê grandes qualidades em Hillary Clinton e considera Donald Trump um verdadeiro homem de Neardenthal, que na Casa Branca seria como um elefante numa loja de cristais.

Continue lendo