Governo inglês liberou terroristas suspeitos para lutarem contra Kadafi.

Quando, Amber Rudd, a secretária do Interior do governo Theresa May, admitiu que o autor do atentado de Manchester, Salman Abed, era conhecido das autoridades de contra-terrolrismo, um fato incrível chegou ao público.

Continuar lendo