Macron arregla e o acordo nuclear periga

Para protegr o tradicional aliado Líbano contra eventuais agressões da Arábia Saudita, o presidente Macron viajou inesperadamenre para Riad.

Continuar lendo

Trump decide por uma guerra sem sentido.

Antes de eleito, Donald Trump tinha opiniões categóricas sobre a Guerra do Afeganistão: “erro terrível”, “um total desastre”, ”um completo desperdício”…Diante de críticas tão pesadas, sua proposta só poderia ser: “Em 2013”, ele tuitou, “deveríamos abandonar o Afeganistão, imediatamente. “

Continuar lendo

Trapaça de Trump contra o Irã.

O acordo nuclear do Irã com os chamados P5+1 (EUA ,Reino Unido, Alemanha, França, Rússia e China) é inspecionado regularmente pela Agência Internacional de Energia Atômica (IAEA). Até agora Teerã tem cumprido escrupulosamente as obrigações assumidas.

Continuar lendo

Se depender de Trump, não vai haver Estado Palestino.

Depois de algumas ambiguidades um tanto amedrontadoras, Trump tranquilizou Abbas, o presidente da Autoridade Palestina. Ele resolveria o eterno problema palestino com um acordo justo. Abbas e outros dirigentes de movimentos palestinos declararam-se confiantes.

Continuar lendo