O Russia-gate começa a afundar.

No início da primava americana, Jennifer Palmieri, ex-diretora de comunicação da campanha Clinton, expôs a estratégia do Partido Democrata, ao Washington Post: “Se deixarmos claro que o que os russos fizeram (a suposta intervenção na eleição dos EUA) é nada mais do que um ataque contra nossa república, o público ficará do nosso lado. E, quanto mais nós falarmos no assunto, mais ele ficará conosco. ”

Continuar lendo

Quem é o maior terrorista?

O general James Mattis, secretário da Defesa dos EUA, não tem dúvidas: é o Irã.

Continuar lendo

A volta do macartismo.

Em 9 de fevereiro de 1950, o senador republicano Joseph McCarthy afirmou que o Departamento de Estado estaria infiltrado por comunistas. Ele teria mesmo uma lista com 250 nomes de “membros do Partido Comunista e dos membros de uma rede de espionagem.”

Continuar lendo

AS VINHAS DA IRA.

Ninguém esperava nos EUA a vitória de Trump, como ninguém espera ser atropelado ou contrair uma doença rara.

Continuar lendo