Assassinato do jornalista saudita: quem tem peito para encarar o reino?

Ninguém acreditou que o jornalista crítico do príncipe coroado Mohamed bin Salman saiu vivo do consulado saudita, em Istambul.

Continuar lendo

Os 500 mil empregos e outras lorotas presidenciais.

Quando perguntam a Trump porque os EUA continuam vendendo armamentos para a Arábia Saudita destruir o Iêmen, ele tem uma resposta pronta:  não podemos cancelar um negócio de 110 bilhões de dólares, que dá emprego a 500 mil americanos.

Continuar lendo