Trump quer abrir para os sauditas as portas que fechou para o Irã.

No day after da bomba de Hiroshima, os EUA e a União Soviética se confrontaram naquela que foi chamada de “Guerra Fria”. E o pesadelo do advento de uma possível guerra de verdade, empregando armas nucleares capazes de destruir a humanidade, espalhou-se por toda a parte.

Continuar lendo

O perigo vem de Washington

Perguntado a respeito das ameaças que pesariam sobre os EUA, o diretor de cinema, Oliver Stone respondeu: ”Nós não estamos sob ameaça. Nós somos a ameaça.”

Continuar lendo

A diplomacia das ameaças.

Foi no Senado que Mike Pompeo, o secretário de Estado dos EUA, anunciou a nova orientação da política externa do presidente Trompa: a diplomacia e as negociações são preferíveis em relação ao conflito e à hostilidade.

Continuar lendo