Acordo com o Irã: hora da Europa confrontar os EUA.

Aconteceu o esperado, Trump negou-se a certificar o Irã e passou a bola para o Congresso. Em termos, porém: The Donald advertiu que, caso o Congresso isoladamente, ou em conjunto com os países aliados não apresentarem mudanças significativas, Trump romperia o acordo, através de uma ordem executiva.

Continuar lendo

A paz em jogo nas eleições iranianas.

Trump, Israel, o iranofóbico general Mattis e a direita americana poderão ter um forte aliado para destruirem o acordo nuclear com o Irã.

Continuar lendo