O que vale para uns, não vale para outros.

Vendo Trump, Macron e madame May se apresentarem  como defensores da liberdade, dos direitos humanos e ds leis internacionais, ameaçados pela Rússia e países islâmicos aliados, fico imaginando:

Continuar lendo

Primeiro atacar. Depois tentar provar.

Não há dúvida de que o bombardeio em Damasco violou as leis internacionais.

Continuar lendo

Invasão do Líbano, Israel assusta.

“O Líbano voltará para atrás muitos, muitos anos, alguns dizem que até a Idade da Pedra e outros dizem que até os tempos dos homens das cavernas.”

Continuar lendo

Os EUA, armando o inimigo.

É altamente discutível o ditado “inimigo do meu inimigo, meu amigo é”. Sobretudo quando esse “amigo” é seu inimigo número 1.

Continuar lendo