O “acordo do século”antes de lançado, já se foi.

Desse novo acordo de paz na Palestina, que Trump chama “o acordo do século”, foram divulgados alguns pontos básicos, via informantes anônimos de alguns jornais como o Haaretz, o Hayon e o Washington Post e o site do Middle East Monitor.

Continuar lendo

Tratar sintomas não cura doenças.

Entre três e cinco de maio travaram-se combates em Gaza, que surpreenderam por sua altíssima intensidade, foram os m ais pesados desde a última invasão do reduto palestino, em 2014. Talvez mais importante foi seu significado: o Hamas se tornou um inimigo ainda mais mais temível.

Continuar lendo

Biden, a cartada do establishment democrata.

Os setores – mescla de liberais de direita e conservadores -que ainda controlam o Partido Democrata dos EUA, sempre resistiram à candidatura de Bernie Sanders à presidência.

Continuar lendo