ONU condena pena de morte a homossexuais e EUA dão vexame.

Em 20-16, a ONU nomeou Vitit Muntarbhorn como investigador independente para examina abusos praticados em todo o mundo contra homossexuais e bissexuais. Mas não foi adiante. Representantes de diversos países da África protestaram contra a indicação de Muntarbhorn. E a coisa ficou por aí.

Continuar lendo

Mulheres sauditas podem guiar, mas continuam guiadas.

Até agora, as mulheres sauditas eram legalmente proibidas de guiar automóveis. Os legisladores basearam-se nos ensinamentos do sheik Saab al-Haj,i que afirmava ter o cérebro feminino um quarto do tamanho do masculino. O que, é claro, as tornava um perigo público, quando ao volante.

Continuar lendo